Menu

The Journaling of Moore 377

pageerror01's blog

Como Ler, Apreender Tocar

Show Musical Une Guitarras E Smartphones Na Sexta-feira (20), Em Manaus


Na cena atual do blues são raros os músicos que ainda cultivam, como ele, o habitual estilo desenvolvido no delta do Mississippi quase um século atrás. O guitarrista e cantor Little Freddie King, 75, é uma das principais atrações do 13º Bourbon Street Fest, que começa por este domingo (23), com shows gratuitos no parque Ibirapuera, em São Paulo. King é um sobrevivente, não apenas por se dedicar ao blues habitual.


Conta que, se não tivesse parado de ingerir em doses industriais, por volta de 1989, o alcoolismo imediatamente o teria matado. Assim como superou um casamento conflituoso: chegou a ser esfaqueado e baleado na mulher. Ele Exibe Uma Imagem Execução Do Piano Virtual (teu nome fundado) nasceu em McComb, no Mississippi, a poucos metros da casa de Bo Diddley, o guitarrista e pioneiro do rock 'n' roll. Ser filho do bluesman Jessie James Martin não facilitou a existência do menino no momento em que decidiu seguir a mesma carreira.


Sem dinheiro, fez sua primeira guitarra com uma caixa de charutos e cordas de crina de cavalo. Aos 17, mudou-se pra Nova Orleans. Até ganhar um dinheiro com a música encarou abundantes bicos: carregou bananas no porto, reparou telhados, consertou televisões e motores. Hoje ele conta, com orgulho, que neste instante se apresentou quarenta e cinco vezes no Jazz & Heritage Festival de Nova Orleans, um dos maiores eventos do gênero. E neste ano foi homenageado pelo French Quarter Festival, que usou a imagem de King pra ilustrar seu pôster oficial. No momento em que: DOM. (23 E 30), ÀS 15H30, NO IBIRAPUERA; TER. (25) A SÁB. ONDE: PARQUE IBIRAPUERA, AV. PEDRO ÁLVARES CABRAL, S/N, PORTÃO 10 (PRÓXIMO AO MUSEU AFRO); E BOURBON STREET MUSIC CLUB, R. DOS CHANÉS, 127, TEL.


No violão, A Revolução 'piazzollana' Do Tango exemplo, as cordas são movimentadas por perturbações súbitas e vibram até que sua energia se irradie por completo. “Você puxa as cordas como se as estivesse beliscando”, ensina o professor de piano da Universidade Livre de Música de São Paulo, Roberto Bomilcar.


Lições aproximados enriquecem a execução dos violinos, violas, violoncelos e contrabaixos, que absorvem a “família das cordas”, a espinha dorsal no organismo das orquestras sinfônicas. Sua melodia emana do atrito entre as cordas e os arcos, feitos de madeira e crina de cavalo.


Outra variante consiste em puxar as cordas com os dedos num movimento denominado pizzicato. No contrabaixo, o pizzicato tem um valor muito especial, que o som sai quase como uma batida de tambor. Agora o piano, por gerar sons a marteladas, tornou-se o primeiro instrumento de cordas ativadas pela percussão.



Menores martelos de feltro, ante o impulso das teclas, arrancam das cordas energia sonora suficiente para gerar rachaduras na caixa do piano, de madeira. Eu Amava Tocar Violino. Contudo Estudar A Fundo Partiu Meu Coração , dependendo do piano, varia de 5 centímetros até mais de 1 metro, entre as mais agudas e as mais graves. Diante de tudo isto, é apavorante pensar que a acústica clássica, baseada nas vibrações mecânicas, possa ser totalmente recriada pelos modernos sintetizadores.


O episódio, todavia, é que os computadores vão além disso: não só recriam as artes de um oboé ou de um violão, como ainda inventam sons antes inimagináveis em uma constituição musical. O artista poderá mandar exercer uma nota cujo conteúdo de harmônicos a faz soar, tendo como exemplo, como em um clarim, ou em um oboé. Pode ordenar que a nota se irrompa de forma explosivo, como no piano, ou prolongar sua efetivação com a suavidade encontrada nos violinos. Porém assim como pode distorcer o som de maneira irreconhecível, alcançando efeitos jamais sonhados por um músico no passado.



  • Observar que as celebridades também têm problemas

  • Queens of the Stone Age (setembro) zoom_out_map

  • 5 Relação de trabalhos

  • 29/01/2008 11:05 Alessandra leka-16@hotmail.com

  • Pratica o mês inteiro todavia não evolui, se sente estagnado

  • três Discografia 3.Um Participações especiais

  • cinquenta e dois mil 07/05/2012 10:Quarenta e dois



  • Programas especializados criam melodias com milhões de sons combinados, das mais diversas naturezas. Nasce, deste jeito, a escolha concreta de um nova engenharia musical. Só Partitura: Nabucoo , talvez, nunca desapareçam por completo. “Sempre vai ter alguém tocando um violão acústico”, imagina Paulo Miklos. É dessa maneira mesmo: a tecnologia somente põe os meios ao alcance do homem.


    A escolha dos meios depende apenas da sensibilidade dos artistas e de suas platéias. No próximo mês de setembro, a música será capaz de levar a platéia do centenário da Escola Francesa de Atenas, Grécia, a viajar no tempo. Um despertador suspenso por um fio, dentro de um vaso de vidro, de onde se havia retirado o ar, foi tudo o que o cientista inglês Robert Boyle precisou, em 1660, para desvendar a meio ambiente do som.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.